XVIII – A Lua

Carta XVIII – A Lua – Aparências e Oculto

Sob a influência das fantasias e dos sonhos, você se envolve em um mundo de aparências e ilusões.

Os domínios exercidos pela fragilidade e  pela cegueira lhe impedem de enfrentar a realidade de maneira clara e objetiva. Não temas o oculto e os mistérios que envolvem as circunstâncias, pois esta é uma grande oportunidade para se armar e se preparar diante de todas as armadilhas do destino. Com o auxílio da  intuição, você poderá se antecipar de todos os obstáculos que o cercam e reagir protegendo todos os seus planos. Para que isso ocorra, basta fazer prevalecer o poder do espírito sobre o instinto e se encorajar  diante de suas próprias fraquezas.

O Universo lhe dará suporte sempre que encarar a realidade com total verdade.

GERAL: Ciências ocultas; Emoção; Advertências do sub-consciente.
NEGÓCIOS: Embuste; Roubo; Negócios obscuros; Armadilhas; Inveja.
AMOR: Traição; Desilusão; Falsidade; Intrigas; Desequilíbrio emocional.
ESPIRITUALIDADE: Poder mágico; Magia.
SAÚDE: Energias desgastadas; Psicossomatização de doenças.
CASA: Aparências; Parece tudo bem, mas não está; Hipocrisia.
DINHEIRO: Viver de aparências; Possível roubo ou perda.
SOCIAL: Inveja e falsidade.
TRABALHO: “Puxada de tapete”.
XVII - A Estrela
XIX - O Sol

Comments are closed.